Tempo para quem precisa de tempo!

O meu maior problema atualmente é a falta de tempo. Quem foi o filho da mãe que inventou isso? Por que é que a cidade inteira tem que entrar no trabalho às 9 e sair especificamente às 18? Certeza que foi para inventarem o trânsito e assim, com tudo parado nos cruzamentos, pudessem vender capinhas e recarregadores de celular pela janela do carro, ou chocolate no busão, naquele esquema de “um é cinquenta, dois é um real”.

Impressionante como o relógio faz questão de brigar com a gente!! Você precisa almoçar em 15 minutos para conseguir fazer outra coisa e em cada garfada o ponteiro pula 5 minutos. Nisso, em 3 garfadas você precisa escolher entre parar de comer e fazer o que precisa passando fome ou terminar de almoçar e se arrepender de não ter feito nada além disso. Adicione ainda o fato de que quando você precisa descer, você entra no elevador e ele sempre sobe, uns dez andares pelo menos, isso quando ainda não seguram a porta e colocam uma mudança inteira dentro dele pra depois descer. Banho, então, impossível!! Mesmo que você só molhe o cabelo, passe o sabonete super rápido e saia se enxugando e se trocando ao mesmo tempo, o banho nunca dura menos que 15 minutos! Nunca!! Portanto pare de tentar e falar que os outros é que são culpados por não conseguirem tomar banhos de 5 minutos!

Este ano, por exemplo, comecei a estudar para uma prova importante (e difícil) que prestarei ano que vem, e nessas horas o tempo é igual amigo baladeiro, quando você realmente precisa, ele não está lá! É necessário uma semana para ler um livro extenso, mas assim que você abre as páginas, magicamente o ponteiro do relógio voa e já é hora de dormir (ou de acordar, quando você tenta ler algo durante a noite).

Muitos amigos também não fazem questão de entender sua situação. Convidam você para ir lugares que você quer em dias e horários que você não pode e ainda te instigam, descrevendo tudo o que vão fazer lá, para deixar você com água na boca. Dizem cada guloseima que comerão no restaurante ou como é bom aquele filme que você vai perder. Se não fosse o bastante, insistem para que você esqueça sua agenda de horários que foi difícil organizar e vá mesmo assim, e depois sobra você e sua consciência sofrendo para botar o trem descarrilhado da sua vida de volta nos trilhos, pois ninguém é capaz de te convidar para algo com ao menos uns dois dias de antecedência.

E não é só isso. O caminho que você fazia a pé em 20 minutos começa a demorar 45, e as pessoas parecem andar ainda mais devagar e fazendo “cinturões” na sua frente, quando ficam uma ao lado da outra fechando a calçada para você não passar, além do fato de que tudo nas vitrines chama a atenção e eles param para olhar. Não contente, os carros decidem parar em cima da faixa de pedestres e quase te atropelar, os semáforos decidem fechar na sua cara e demorar 10 minutos para abrir, as ruas que você passa ficam fechadas para obra ou alagam com qualquer chuvinha, etc.

Dormir, então, é para os fracos! Não se pode dormir 8 horas inteiras, é muito! É um terço do dia, 33,3% de todo o tempo disponível da jornada para realizar 200 tarefas! Então desista disso, deixe para descansar depois de morrer, que daí você descansa eternamente. Se você liga para algum serviço ou atendimento, só porque seu tempo é escasso, eles deixam você na espera, não importa qual seja o motivo, nem que seja para elogiar o atendente. Na última vez que liguei para uma loja virtual porque não havia recebido um pedido, me deixaram na espera com uma música tocando, acho que o título deva ser “it’s just a heartache”, porque a mulher repetia isso o tempo todo. Ouvi a música inteira, literalmente, 26 vezes, decorei a letra, coloquei no viva voz, comecei a cantar junto, cansei, comecei a improvisar um back vocal, daí me atenderam às 16:40. De cara, me disseram “bom dia” (só para vocês terem noção do tempo que fiquei esperando, ela me disse “BOM DIA”, e não “BOA TARDE”), perguntou o que eu queria, e ao dizer que era sobre encomenda não recebida, voltou a musiquinha por mais 12 vezes até eu conseguir falar com alguém. Vejam bem, perdi o dia para saber que a transportadora não encontrava o CEP da minha rua, que só sabiam o CEP do outro lado da calçada, e que por isso, demorariam mais 2 dias para entregar. Eu mereço.

Os meses do ano também decidem passar mais rápido, portanto, se for pra planejar algo daqui a 12 meses, planeje como se fosse para amanhã, porque este dia vai chegar tão rápido quanto amanhã, acredite. Calendário agora é só no computador, celular ou qualquer outro eletrônico, porque imprimir um papel inteiro pra usar por tão pouco tempo é um desperdício absurdo que acaba com o que restou da mata atlântica, então seja verde e use a versão digital. Até nas oficinas estão optando por calendários digitais com as fotos das moças nuas, pois os meses passam tão rápido que eles não têm tempo suficiente para ficarem íntimos da senhorita do mês ou enjoarem dela. Passava tão rápido que eles acabavam cumprimentando cada uma como se fossem clientes.

Tentando contornar o problema, estes dias aí até pensei em ir morar dentro do Unibanco, porque dizem que o Unibanco é 30 horas. Não deu uma semana e esses malditos entraram em greve, muito provavelmente porque alguém contou a minha ideia pra eles. Não achando nenhuma outra alternativa no futuro próximo, o jeito é continuar cronometrando cada ação do meu dia e continuar correndo contra o tempo. Ainda bem que o manual da minha máquina de lavar tem exatamente quantos minutos cada programa de lavagem dura. Nem tudo está perdido!

Comments
One Response to “Tempo para quem precisa de tempo!”

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  • Minha Vida Antes dos 30 em números

    • 25,917 acessos
%d blogueiros gostam disto: